Anita Vai ao Mel 35

Esta semana a coisa está eclética, o que é outra forma de dizer que está uma salganhada de sons e influências, como se quer neste blogue.

Os destaques vão para Planingtorock (na foto) e seu novo trabalho W e para os Cults, cujo debut também já rebentou por aí.

Ouvem-se também novidades dos meninos Black Lips, do folktrónico Bibio e dos misteriosos Downliners Sekt, com mais um tema para os amantes do bass que gostem do mais erudito. Saudam-se ainda o indie pop dos Viva Voce e Seapony, e ainda há espaço para clássicos que nunca o chegaram a ser, via Everybody’s Got a Problem dos Father’s Children.

Podem sacar esta hora ou ouvi-la em stream aqui mesmo em baixo. Tracklist completa depois do salto.

DOWNLOAD

Vodpod videos no longer available.

Continue reading

Anita vai ao Mel #20 (Autónoma Test Session)

Finalmente a estreia do Anita vai ao Mel na Rádio Autónoma. Pseudo-estreia vá, pois o programa ainda está a limar algumas arestas (a voz no genérico também não nos soou bem) e não tem ainda horário definido. Por isso mesmo, estamos a encará-lo como uma sessão de teste, que resolvemos partilhar convosco no sitio do costume.

Esta semana (vá, a semana passada) dedica(á)mos especial atenção à brilhante estreia em longa duração de Anna Calvi. Celebramos o regresso dos Mogway e Trail Of Dead, ouvimos novos sons de Cass McCombs, recordamos Efterklang e Mynabirds. Lá pelo meio, remixes muito high profile por parte de Diplo e S.maharba, e insistência nos Esben And The Witch e na perfeita Batman, dos Lower Dens. E muito mais, numa hora divida entre as guitarras furiosas e a electrónica que se recusa a comprometer.

Acerca dos próximos programas, já com horários e regularidades semanais, noticias em breve. Entretanto já podem ouvir o programa a passar em modo random pela Autónoma. Se o apanharem, gritem.

Já sabem que podem fazer rápido download da sessão ou ouvi-la já aqui, via Soundcloud. (Para a tracklist, clickem setinha MORE.)

Anita Vai ao Mel 20 Download (zippyshare)

Continue reading

Downliners Sekt – Incerta Glòria

Os Downliners Sekt jogam com os limites do dubstep, e pretendem ficar na periferia eles próprios. Não sei quem são, donde vêm, o que calçam, e isso não interessa nada.

Bem mais interessante é a forma como as paletas monocromáticas do som de We Make Hits, Not The Public (ultimo EP) nos fazem reflectir sobre as origens do género, e a sua inclinação natural para os jogos de silêncio. Se a força do dubstep é o poder da ausência e antecipação – desde Kode 9 a Skrillex, vá – então as faixas deste duo são um tratado selado, que assegura a lealdade a um ideal de fazer o mínimo, com o máximo.

O aparecimento do genial (mão ->palmatória) James Blake re-introduziu a mini-saia na aldeia, mostrando que o potencial do silêncio se pode estender a toda uma frase, se isso for necessário para produzir uma sensação. Os Downliners Sekt, por seu lado, preferem o toque físico da matemática, o nirvana atingido pelo constante baralhar das nossas expectativas, por vezes com uma brutalidade quase industrial.

Dão-nos assim algumas das melhores coisas que ouvi nos últimos meses, como esta Incerta Glòria (sic), segunda faixa do EP que, assim como todos os seus outros trabalhos, disponibilizam para download gratuito no site do projecto. Os Artistas ainda andam aí, portanto.