Anita Vai ao Mel 85

STREAM / DOWNLOAD (81mb)

Este já saiu há uns dias, mas um Anita Vai ao Mel só se torna oficial quando acompanhado por uma foto de Maria Minerva e é nesse espírito que trazemos o ultimo podcast da temporada. Como no mês de Agosto a Rádio Autónoma entra de férias,  aproveitamos também para experimentar isso a que chamam sol e meter a musica em ordem, para um regresso em Setembro com bronze de fazer inveja a absolutamente ninguém no escritório.

Esta semana os destaques maiores vão para o quarteto fantástico de “amigos” John Maus, Gary War, Ariel Pink e Maria Minerva, todos com novidades seja em forma de alguns dos melhores álbuns do ano ou em coletâneas ou novos singles.

Passamos revista à colheita das ultimas semanas com os suecos Holograms, Solar Year com Grimes e novos dos Wild Nothing e Sebadoh, entre noviças de favoritos como os Blanche Blanche Blanche e os Unknown Mortal Orchestra (duas bandas cujo nome me faz odiar gostar tanto deles).

Uma hora entre o chá e a cerveja para comemorar o inicio das férias – e talvez o fim das vossas – e a colocar um ponto final nesta temporada. Nestas próximas semanas, o Anita dedica-se às noticias esporádicas e a uma ou outra mixtape, consoante o tempo e a vontade. Podcast para download e stream lá em cima, tracklist completa depois do salto.

Continue reading

Anita Vai ao Mel 84

ANITA VAI AO MEL 84 STREAM / DOWNLOAD

Listas para trás, voltamos ao formato usual  até a Radio Autónoma ir de férias em Agosto. Esta semana temos novos singles de Jack White, Holy Other e Archive, conhecemos Kangding Ray e o misterioso projeto português JCCG (na foto) e ainda encontramos tempo à força para algumas recordações dos 90 e outras insistências mais contemporâneas de gente igualmente menos capaz. Para a semana é possível que voltemos em modo mini-mixtape até Setembro, mais novidades quando as houver.

Para download e stream nos links acima, tracklist depois do salto.

Continue reading

Anita Vai ao Mel 83 – Checkpoint 2012

ANITA VAI AO MEL 83 STREAM / DOWNLOAD

Tomai e comei da segunda leva dedicada aos favoritos da primeira metade de 2012. Os EPs e LPs – duração é só um pormenor – que com mais sucesso se gladiaram pela nossa atenção, claramente mais inclinada ultimamente para as tonalidades mais pop da paleta do pequeno bizarro e do bizarrinho. Nada demasiado seja o que for, uma hora sem tops numéricos e com o tempo como única limitação para rever sensações e uma porrada de novos hinos, tudo como sempre gravado nos confortáveis estúdios da Rádio Autónoma. Para stream e download, logo ali em cima.

Tracklist depois do saltinho.

Continue reading

Anita Vai ao Mel 81

PODCAST

STREAM / DOWNLOAD

Muita coisa se passou no mundo que sustenta o mundo da Anita. Desde o ultimo post fizemos uma paragem de duas semanas nas gravações – motivada por falta de tempo assassina – e um intervalo de uma semana extra aqui no blog, por questões mais técnicas.

Felizmente esta semana temos hora, e está recheada com novidades de Twin Shadow (e sua banda), Cat Power (e seu novo penteado) e o projeto witch/qualquercoisaquenãosoedatada CVLTS (e seu novo Ep).

Dentro das novidades especial atenção para o momento The Residents (na foto), mestres a estrear novo álbum que é fabulosa coleção de contos bizarros, contados na primeira pessoa. Também andamos a gostar bastante da trilha sonora composta pelo japonês Akira Kosemura para a performance de Manon segundo Kimiho Hulbert e das reedições em boa hora para James Zeiter.

Não prometemos voltar já na próxima semana, mas a estabilidade está para breve. Nos tempos mais mortos, sigam as recomendações na página Facebook do Anita vai ao mel e alimentem a curiosidade mórbida com o programa da semana passada –  que escolhi não colocar online – mas que podem ouvir aqui. Atenção a Julia Holter na Igreja de St.George à Estrela, já quarta feira 27, e até ao próximo post.

Tracklist depois do salto.

Continue reading

Anita Vai ao Mel 19

Este é um podcast muito especial para mim, porque é o ultimo.

É o ultimo que gravarei aqui em casa.

É o ultimo da temporada.

Não é o ultimo. Após algum trabalho nos bastidores, já posso dar a noticia que o podcast Anita vai ao Mel vai mudar de casa, passando a fazer parte da programação da Rádio Autónoma. Mais notícias para muito breve, talvez na forma de primeiro programa que, a partir de agora, será religiosamente semanal. Não há mais preguiças.

Quanto ao programa que vos trago hoje, é cheio de nostalgia dos tempos de petiz, sem ter um único tema anterior a 2005. Games com Laurel Halo, Lower Dens, S.maharba, Color Theory: tudo gente mais ou menos nova a forçar-nos a recordar os tempos em que as cassetes não eram cool, sem mais nada que a melodia certa no momento perfeito.

Temos também novidades do super grupo Mister Heavenly (temas para download aqui),  Charlotte Martin e os Starfucker. Fazemos rude apresentação a quem não conhece os Esben and The Witch, Lia Ices e os Blanche Blanche Blanche; e saudamos os habitués como James Blake e Okinawa Lifestyle.

Lá pelo meio, recordação para Trish Keenan e seus Broadcast. Aproveita-se e deixa-se link para a ultima mixtape da Trish, uma colecção deliciosa de coisas que ela foi encontrando pela estrada nos ultimos meses antes de ser internada. Felizmente a colecção não vale pelo significado, mas sim pela qualidade e doçura das faixas (até agora anónimas) que ela compilou.

Já sabem, podem fazer download do podcast #19 para ouvir por aí, ou simplesmente fazer stream aqui em baixo. Fica aperitivo para a sessão.

DOWNLOAD (zippyshare)

Okinawa Lifestyle – Wir Sind In Der Zukunft Geblieben

(clickem MORE para tracklist)
Continue reading

Blanche Blanche Blanche – Shout Out Loud (video)

Na altura em que este vídeo começou a circular por aí, não se sabia muito destes fantasmas de nome Blanche Blanche Blanche. Passaram-se alguns meses e o status parece não ter mudado muito: o nome do projecto continua a ser um absoluto castigo de escrever, e o álbum Songs of Blanche Blanche Blanche está ainda por editar.

Uma visita ao site da minúscula editora OSR revela-nos no entanto que, para além do novo vídeo, também já está disponível um novo mp3 que terá ficado de fora do alinhamento do pacote que aí vem. A interessante abordagem no-wave dos BBB a um witch-house claramente ainda longe de implodir força ansiedade por mais novas de alegria por aqui, e por isso espera-se.

Entretanto, é continuar a ouvir esta Shout Out Loud, com ou sem vídeo, em repeat.

Apesar de viciado nesta faixa, continuo a achar que uma estrutura mais clássica a teria favorecido. O belíssimo trecho 0.26 ~ 0.48 não se repete na música inteira, e isso devia ser crime. Provavelmente é…